Arquivo da categoria: canção à humanidade

O voo de galinha da Era Lula e a crise das esquerdas

O voo de galinha da Era Lula e a crise das esquerdas Por Franklin Maciel Muita gente está inconformada com a guinada radical que o mundo está dando à direita com seus Trumps e Cia, mas o fato é que, … Continuar lendo

Publicado em aborto, abuso sexual, acidentes de trânsito, aids, alcoolismo, amor, apologia a maconha, apologia as drogas, artigos, assistencialismo, bajuladores, beber e dirigir, bebidas alcoólicas, canção à humanidade, cantores de funk, capitalismo, cartões, cerveja, charge, cidadania, cigarros, codependência, conspiração, conto, corrupção, crítica, crônica, crimes hediondos, criminalidade, crise, Crise econômica, crise política, cultura, cultura do ódio, cultura do estupro, denúncia, dependência química, desemprego, Desmascarando o poder, dificuldades/facilidades | Deixe um comentário

XXVIII Vértebra

Trecho do Livro de minha autoria “Canções de Amor à Você” lançado em 2003. Integrava um poema épico dividido em 33 partes ou vértebras chamado Canção à Humanidade. XXVIII Vértebra   Eis que temos aqui um homem rico! Permita-nos aliviá-lo … Continuar lendo

Publicado em canção à humanidade | 1 Comentário

>Canção à Humanidade – 5ª Vértebra

> V Vértebra Brincando de amor Homem e mulher Descobriram o próprio corpo E perceberam o quanto isso era bom E em toques e carícias, descobriram o sexo Penetrando seus mistérios Conheceram muitos prazeres E entenderam não precisar ter asas … Continuar lendo

Publicado em canção à humanidade | Deixe um comentário

>IV Vértebra – Canção a Humanidade

> IV Vértebra Maria teve nove filhos Três morreram no parto Seis morrem aos poucos Os filhos de Maria Crescem com medo – Maria não se pode dar ao luxo – De ter medo A vida de Maria é difícil … Continuar lendo

Publicado em canção à humanidade | Deixe um comentário

>III Vértebra Canção à Humanidade

>III Vértebra Eram crianças livres e sadias fazendo descobertas sem medo de errarHomem e mulher, tão essencialmente iguaisCrescendo ao ritmo da natureza– Uma infância feliz –Quando tinham fome,Fechavam os olhinhos e assobiavam como passarinhos Uma vaca de cinco patasAparecia do … Continuar lendo

Publicado em canção à humanidade | Deixe um comentário

>Canção à Humanidade, 2ª Vértebra

> II Vértebra Hoje a noite é longa e fria… Dizem que em noites frias e longas Muitas pessoas morrem de frio Eu, Prefiro lembrar que nesse momento Novas crianças dão seu primeiro grito de independência ao mundo Que nesse … Continuar lendo

Publicado em canção à humanidade | 2 Comentários

>Canção à Humanidade – 1ª Vértebra

> Queridos amigos, Começarei a postar, conforme prometido, cada umadas 33 vértebras do poema épico “Canção á Humanidade” do livro Canções de Amor à você” lançado em 2003. Aqueles que possuem um exemplar notarão algumas diferenças, vez que o poema … Continuar lendo

Publicado em canção à humanidade | Deixe um comentário