Arquivo da categoria: poesia

Escravajato (E não fizemos nada)

Na primeira noite, de dedos em riste, com palavras de ordem, camisa da CBF e moralismo barato Quebraram a Petrobras e não fizemos nada Na segunda noite, por motivos fúteis,derrubaram uma presidente e um projeto de soberania nacional e não … Continuar lendo

Publicado em bajuladores, capitalismo, cidadania, conspiração, corrupção, Crise econômica, crise política, democracia, desemprego, Desmascarando o poder, economia, Eduardo Cunha, eleição, emprego, fianciamento eleitoral, Fora Temer, golpe, Impeachment, juiz moro, justiça, Lava Jato, liberdade de expressão, Lula, manifesto, Nao vai ter golpe, PMDB, poesia, polícia federal | Deixe um comentário

O homem da Av. Paulista

Um morador de rua quase leva embora uma criança em plena Av. Paulista. Um ato de segundos que desmorona toda a nossa ilusória sensação de segurança e escancara nosso descaso com aqueles que não se encaixam num sistema que não … Continuar lendo

Publicado em abuso sexual, aids, alcoolismo, amor, apologia as drogas, artigos, bebidas alcoólicas, cidadania, codependência, crítica, crônica, crimes hediondos, criminalidade, crise, cultura, denúncia, dependência química, desemprego, Desmascarando o poder, poesia, polícia federal, política, política de drogas | Deixe um comentário

Circo sem pão

Circo sem pão O espetáculo diário de reputações lançadas aos leões Não sacia a fome de pão que, grão em grão, some de nossas mesas O dinheiro, tal um rio morto, não circula, Escorre todo para o ralo dos bancos … Continuar lendo

Publicado em assistencialismo, bajuladores, capitalismo, cidadania, conspiração, corrupção, crítica, crônica, crise, Crise econômica, crise política, cultura, cultura do ódio, desemprego, Desmascarando o poder, economia, educação, estelionato eleitoral, fianciamento eleitoral, globalização, habitação, Impeachment, imprensa, juiz moro, Lava Jato, meio ambiente, Nao vai ter golpe, partidos, pensamento do dia, PMDB, poesia, política, politica nacional, PT, sociedade, Tchau Querida, trabalho | Deixe um comentário

A menina borboleta

  Era uma vez uma menina que tudo fazia para imitar a natureza   Vestia-se colorida feito um arco-íris   Quando mal-humorada, trovejava como as tempestades   De flor em flor pulava feito as borboletas   Como as águas, se … Continuar lendo

Publicado em fábula, poesia | Deixe um comentário

Amor

O Amor é quando tudo volta à ser Um E as diferenças todas desaparecem E a Verdade translúcida e íntima se revela em todo o Seu esplendor Existência e não-existência fundem-se numa só Realidade Os muitos eus convergem numa mesma … Continuar lendo

Publicado em amor, islam, poesia, sufi | Deixe um comentário

Viver para sobreviver ou sobreviver para viver

Viver para sobreviver ou sobreviver para viver * Por Fouad Abbas Viver numa sociedade capitalista é acostumar-se a ser descartável E não dar a mínima para os outros E sofrer calado, mantendo no rosto um sorriso amarelo ensaiado porque ninguém … Continuar lendo

Publicado em capitalismo, poesia | Deixe um comentário

Poema da Fila

Poema da Fila De repente, não mais que de repente As trinta mil famílias esquecidas por anos na fila À espera da sonhada moradia São lembradas com galhardia Por aqueles que nunca os tomaram por gente Solidários súbitos aos seus … Continuar lendo

Publicado em poesia, são josé | Deixe um comentário